WhatsApp envia lembrete para aceitar seus novos termos de privacidade

O WhatsApp já havia confirmado que os usuários serão obrigados a aceitar os seus novos termos de uso para continuar acessando o serviço. Essa atualização, inclusive, já deveria ter sido implementada em janeiro. Porém, graças a forte reação negativa do público, o Facebook acabou estendendo esse prazo até o dia 15 de maio.

Com pouco mais de dois meses até que a alteração seja definitiva, alguns usuários confirmaram que o WhatsApp passou a enviar lembretes sobre a mudança logo ao abrir o aplicativo. O aviso reforça: “Aceite as atualizações para continuar usando o WhatsApp”.

WhatsApp começa a alertar os usuários sobre a mudança nos termos de uso do serviço. Imagem: Gizchina/Reprodução

Além disso, o mensageiro confirmou em uma postagem oficial no seu blog o que ocorrerá com quem não aceitar os novos termos. “O WhatsApp não irá deletar sua conta. No entanto, você não terá todas as funcionalidades”. Segundo o aplicativo, por um curto período será possível receber chamadas e notificações, mas sem conseguir ler ou enviar novas mensagens.

Contas comerciais serão impactadas

WhatsApp
Nova política do mensageiro prevê mudanças para as contas comerciais. Imagem: Rahul Ramachandram/Shutterstock

Como tentativa de esclarecer os fatos para quem depende do serviço, o WhatsApp declarou: “Estamos construindo novas maneiras de conversar ou fazer compras no WhatsApp. Mensagens pessoais sempre serão criptografadas de ponta a ponta”. O mensageiro também ressalta que não consegue ler ou ouvir o conteúdo das conversas.

Nas próximas semanas, o aplicativo confirmou que exibirá mais informações para “resolver as preocupações” dos usuários. “Eventualmente, começaremos a lembrar as pessoas de revisar e aceitar essas atualizações para continuar usando o WhatsApp”, explica a postagem.

Por fim, caso opte por continuar usando o aplicativo nos próximos meses, não existe outra escolha a não ser aceitar os termos. Vale lembrar que no fim do ano passado, rumores já indicavam que o aplicativo do Facebook poderia se tornar uma ferramenta para coleta de dados. Na época, a empresa de Zuckerberg negou essa alegação.

De acordo com o WhatsApp, a mudança “não dá ao Facebook acesso aos dados ou informações pessoais dos usuários”. Na verdade, as novas regras vão impactar apenas as conversas com contas comerciais.

Fonte: Olhar Digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *