Confira quatro dicas para liberar espaço no Google Drive

Serviço do Google passou a limitar o espaço das fotos e dos vídeos dos usuários

Desde 1º de julho, o Google Drive, serviço de armazenamento de dados em nuvem da gigante americana, passou a limitar o espaço que os usuários têm para guardar suas fotos e vídeos. Agora, o Google oferece armazenamento de 15 GB, dividido entre os arquivos do Drive e também o Gmail. 

Com a novidade, muitos usuários do Google, a quem pertence também o sistema operacional Android, o mais usado do mundo em smartphones, se viram em apuros, ou acabaram contratando algum dos pacotes de armazenamento do Google Drive. 

Mas, se você anda com pouco espaço no Drive e muito espaço sobrando na carteira, pode seguir algumas dicas para tentar liberar espaço no armazenamento em nuvem. Confira algumas: 

O que mais consome espaço na sua conta do Drive

Pouca gente sabe exatamente quais arquivos estão guardados na nuvem do Google. Talvez, inclusive, seu Drive esteja cheio de fotos, áudios vídeos antigos que já não valem ser guardados, que tem pouca utilidade, ou que bem poderiam estar em algum HD, ao invés de ficarem ocupando espaço em um serviço que precisa ser útil no dia a dia. 

Por isso, uma dica: acesse o gráfico do Google que informa a quantas anda seu armazenamento. É o primeiro passo para aprender a gerenciar o espaço do Google Drive.

Apague o que não fizer falta

Fotos e vídeos desimportantes e que talvez você nem saiba porque estão na nuvem podem ser apagados e ceder espaço para arquivos mais recentes e que precisam estar facilmente disponíveis no seu cotidiano. 

Analisando o que está ocupando espaço, você pode perceber que até arquivos do Google Planilhas e do Google Documentos, se muito usados ou muito grandes, deveriam estar fora da nuvem.

Mas o foco deve ser nos arquivos mais pesados: arquivos de áudio de grande qualidade, vídeos e imagens. 

Desative o backup automático do seu celular

É provável que boa parte dos arquivos pesados que enchem seu Google Drive sejam fotos e vídeos antigos, de celulares que já não estão mais na sua vida faz um bom tempo. O vilão dessa dinâmica é, comumente, o backup automático de arquivos, que vai salvando seus documentos sem que você se dê conta. 

No seu celular, abra o aplicativo Google Fotos, selecione o ícone de engrenagem “Configurações do Google Fotos”. Depois, clique em “Backup e sincronização” e desative a chave se ela estiver ligada. 

Celulares mais recentes costumam ter câmeras de alta resolução, o que significa quase sempre imagens pesadas de pratos de comida e selfies desnecessárias ocupando o seu Drive. Deixar esses arquivos somente no aparelho celular pode ajudar.

Faça uma limpeza no seu Gmail

Os 15 GB gratuitos do Google Drive também incluem o Gmail. É bem frequente que as mensagens eletrônicas vão se acumulando no serviço e, claro, ocupando espaço da nuvem que pode ser melhor utilizado. 

Então este pode ser um bom momento para fazer aquela limpeza no seu Gmail que está sendo adiada há meses – ou há anos. 

Fonte : CNN BRASIL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *