Atualização para Windows 10 causa tela azul em PCs da Lenovo

Fabricante recomenda desabilitar opção na BIOS para contornar a falha, enquanto a Microsoft busca uma solução definitiva para o problema

Toda atualização de software traz uma série de benefícios, além de contar com correções de segurança. No entanto, nem sempre o processo de instalação corre como o esperado. No caso do Windows 10, não é a primeira vez que um update do sistema causa problemas. Agora, usuários de dispositivos da Lenovo estão tendo que lidar com a famosa tela azul da morte.

Apesar de ainda não contar com uma solução oficial, a Lenovo, por meios de algumas modificações na BIOS, criou um método para contornar o problema. Para ficar livre da tela azul, a fabricante recomenda desabilitar um recurso ligado a biometria ao inicializar a máquina.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

Imagem: TzahiV/iStockThinkPads lançados entre 2019 e 2020 foram afetados pelo problema. Imagem: TzahiV/iStock

Microsoft já está ciente do problema, inclusive, por hora, concorda que o procedimento citado pela Lenovo ajuda a evitar travamentos. No entanto, a empresa reporta que desabilitar recursos de segurança pode deixar o sistema ainda mais vulnerável a ameaças.

Uma explicação para o bug está ligada a uma nova diretriz de segurança embarcada no último pacote de atualização do sistema. Foi implementado um novo procedimento que restringe o acesso a dispositivos de hardware que utilizam o barramento PCI. Na prática, o recurso impede que arquivos modificados acessem ou enviem comandos aos periféricos da máquina.https://0e27c5b5b1e6c41bf243ad79ce7e4977.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

Software proprietário “disparou” o problema

No caso da Lenovo, a falha está ligada ao ‘Lenovo Vantage’, um software proprietário que conversa diretamente com dispositivos PCI. Essa transição de informações acabou esbarrando na nova ferramenta de segurança do Windows 10, que responde automaticamente gerando a tela azul.

As duas empresas vêm trabalhando em conjunto em busca de uma solução definitiva. Ainda assim, não existe uma expectativa, pelo menos no lado da Microsoft, para a liberação de uma atualização de correção.

Fonte: Zdnet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *