Polícia francesa destrói vírus que infectou quase 1 milhão de computadores

“Poder de fogo era suficiente para paralisar todos os sites do planeta”, disse o chefe da operação policial

A equipe policial francesa de combate ao cibercrime, C3N, localizou em Paris um servidor pirata que disseminada malware por diversas redes e o destruiu. Segundo a BBC, o servidor controlava uma rede de computadores infectados, levando os criminosos a faturarem supostos milhões de euros.

 “Conseguimos rastrear onde estava o servidor de comando, a torre de controle da rede de computadores infectados”, disse o chefe da C3N, Jean Dominique Nollet, à rádio France Inter. “As pessoas podem não perceber, mas 850 mil computadores infectados significam um grande poder de fogo, suficiente para derrubar todos os sites do planeta. Até mesmo instituições bem protegidas corriam o risco de ficar paralisadas”.

A polícia informou que o vírus foi enviado através de drives USB e e-mails que anunciavam formas de conseguir dinheiro rápido ou imagens com conteúdo erótico. Assim que ganhavam controle sobre os computadores, os hackers mineravam criptomoedas, roubavam dados de hospitais e usavam ransomware para ameaçar as pessoas em troca de dinheiro.

Autoridades disseram que a equipe responsável por parar os hackers tomou conhecimento do servidor privado na primavera, ao verificar que um vírus chamado Redatup foi enviado para centenas de milhares de computadores em 100 países, grande parte deles concentrada na América do Sul e na América Central.

Assim que localizado, a equipe fez um servidor de réplica, que tornou o vírus inativo nos computadores infectados. Os franceses ainda contaram com a ajuda do FBI para bloquear o tráfego e direcioná-lo para o servidor réplica. Geralmente, os vírus são redirecionados para áreas mortas da internet ao invés de serem desativados.  

Fonte: BBC 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *